Abastecimento de Água: Meio ou processo de abastecimento de água (como para uma comunidade) que geralmente inclui reservatórios, túneis e tubulações e frequentemente a represa da qual a água provém. (Webster, 3d ed)Água: Líquido transparente, inodoro e insípido que é essencial para a maioria dos animais e vegetais, além de ser um excelente solvente para muitas substâncias. A fórmula química é óxido de hidrogênio (H2O). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Microbiologia da Água: Presença de bactérias, vírus e fungos na água. A expressão não se restringe [apenas] aos organismos patogênicos.Purificação da Água: Qualquer dos vários processos em que as impurezas indesejáveis da água são removidas ou neutralizadas; por exemplo, cloração, filtração, tratamento primário, troca iônica e destilação. Inclui o tratamento da ÁGUAS RESIDUAIS para disponibilizar água potável e higiênica em ambiente controlado ou fechado, bem como a provisão de suprimento de água potável para o público.Poluição da Água: Contaminação de corpos d'água (como LAGOS, RIOS, OCEANOS E MARES e ÁGUAS SUBTERRÂNEAS).Saneamento: Controle de todos os fatores do meio físico do homem, que exercem ou podem exercer efeito deletério sobre seu bem estar físico, mental ou social.Água Potável: 1)Água que pode ser ingerida (MeSH). 2)Aquela água cuja qualidade é adequada ao consumo humano, atendendo ao conjunto de características biofísico-químicas essenciais à vida.Fluoretação: Adição de flúor à água para prevenir a incidência de cárie dentária.Poluentes da Água: Substâncias ou organismos que poluem a água ou corpos aquáticos. Geralmente empregado para poluentes da água ou para aqueles sem título específico.Água Doce: Água contendo quantidades insignificantes de sais, como as águas dos RIOS e LAGOS.Qualidade da Água: 1) Classificação de um corpo de água baseada nas características físicas, químicas e biológicas mensuráveis (MeSH). 2) Características químicas, físicas e biológicas, relacionadas com o uso da água para um fim específico.Poluentes Químicos da Água: Compostos químicos que poluem a água dos rios, córregos, lagos, mar, reservatórios ou outros corpos aquáticos.Água Corporal: Líquidos encontrados dentro do corpo, compostos principalmente de água.Engenharia Sanitária: Ramo da engenharia que estuda os projetos, a construção e manutenção de instalações ambientais ligadas à saúde pública ex. abastecimento de água e disposição de resíduos.Fluorose Dentária: Forma endêmica e crônica de hipoplasia do esmalte dentário causada por ingestão de água com um conteúdo alto de flúor durante a época de formação dentária e caracterizada por calcificações defeituosas que dão uma aparência de giz branco ao esmalte, que passa gradualmente por uma descoloração para o marrom. (Tradução livre do original: Jablonski's Dictionary of Dentistry, 1992, p286)Cloro: Gás amarelo-esverdeado, diatômico, membro da família dos elementos halogênios. Possui símbolo atômico Cl, número atômico 17 e peso atômico 70,906. É um poderoso irritante que pode causar edema pulmonar fatal. O cloro é utilizado industrialmente como reagente na química sintética, para purificação da água e na produção da cal clorada utilizada na fabricação de alvejantes.Desinfecção: Procedimento(s) que permitem tornar patógenos inofensivos através do uso de calor, de antissépticos, de agentes antibacterianos, etc.Ingestão de Líquidos: Consumo de líquidos.Compostos Clorados: Compostos inorgânicos que contêm cloro como parte integral da molécula.Poços de Água: Construções feitas para se ter acesso à água subterrânea.Sanitários Públicos: Instalações para excreção humana frequentemente acompanhada por instalações para lavagem de mãos.Lesoto: Reino na África austral, dentro da república da ÁFRICA DO SUL. Sua capital é Maseru.Higiene: Ciência que lida com a implantação e manutenção de saúde ao indivíduo e ao grupo. Inclui procedimentos, condições e práticas que conduzem à saúde. (Tradução livre do original: Webster, 3rd ed)Trialometanos: Metanos substituídos com três átomos halógenos, que podem ser os mesmos ou diferentes.Fluoretos: Sais inorgânicos do ácido fluorídrico, HF, onde o átomo de flúor apresenta número de oxidação igual a -1. Sais de sódio e sais estanosos são comumente utilizados em dentifrícios.Criptosporidiose: Infecção intestinal com organismos do gênero CRYPTOSPORIDIUM. Ocorre em animais, incluindo seres humanos. Os sintomas incluem DIARREIA grave.Poluição Química da Água: Efeitos adversos em corpos aquáticos (LAGOS, RIOS, mares, água subterrânea etc.) causados por POLUENTES QUÍMICOS DA ÁGUA.Cryptosporidium: Gênero de parasitas coccidioides (família CRYPTOSPORIDIIDAE) encontrados no epitélio intestinal de vários vertebrados, incluindo os humanos.Abrandamento da ÁguaRios: Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano).Giardia: Gênero de EUCARIOTOS flagelados parasitas do intestino de vários vertebrados, incluindo o ser humano. Suas características incluem a presença de quatro pares de flagelos emergindo de um sistema complicado de axonemas e cistos, que têm forma elipsoidal a oval.Surtos de Doenças: Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.Monitoramento Ambiental: Monitoração do nível de toxinas, poluentes químicos, contaminantes microbianos ou outras substâncias danosas no ambiente (solo, ar e água), no trabalho ou nos corpos das pessoas e animais presentes naquele ambiente.Grindelia: Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cujos membros contêm sapogeninas triterpenoides.Filtração: Processo de separação de partículas de um fluido, como ar ou líquido, pela passagem do fluido carreador através de um meio pelo qual as partículas não passarão.Doença dos Legionários: Pneumonia infecciosa do tipo bacteriana aguda e, às vezes fatal, caracterizada por febre alta, mal estar, dores musculares, dificuldades respiratórias e cefaleia. É denominada assim devido a um surto ocorrido na convenção dos Legionários Americanos na Filadélfia em 1976.Poluição Radioativa da Água: Refere-se à poluição de corpos d'água devida a introdução de material radioativo tornando-a nociva para o ser humano e o ambiente.Lixo: Material inutil, indesejável ou descartado, com conteúdo líquido insuficiente para que possa fluir livremente.Legionella: Bacilos Gram-negativos aeróbios isolados da superfície da água, lama ou lagos e correntes termicamente poluídos. São patogênicos ao homem e não possuem fontes conhecidas no solo ou em animais.Giardíase: Infecção do intestino delgado causada pelo protozoário flagelado, GIARDIA LAMBLIA. Dissemina-se por meio de alimento e água contaminados e por contato direto de pessoa a pessoa.Legionella pneumophila: Espécie de bactérias Gram-negativas aeróbias que é o agente causador da DOENÇA DOS LEGIONÁRIOS. Foi isolada de numerosos ambientes, assim como de tecido pulmonar, secreções respiratórias e sangue humanos.Solo: Mineral inconsolidado ou matéria orgânica na superfície da terra que serve como meio natural para o crescimento de plantas terrestres.Perilla frutescens: Gênero de plantas (família LAMIACEAE), ingrediente da Banxia Houpu (MEDICAMENTOS DE ERVAS CHINESAS).Nyctaginaceae: Família de plantas (ordem Caryophyllales, subclasse Caryophyllidae e classe Magnoliopsida).Esgotos: Líquido ou matéria residual que corre nos esgotos.Cryptosporidium parvum: Espécie de protozoário parasita que infecta humanos e principalmente mamíferos domésticos. Seus oocistos medem cinco mícrons de diâmetro. Estes organismos apresentam ciclos alternantes de reprodução sexuada e assexuada.Gastroenterite: INFLAMAÇÃO de qualquer segmento do TRATO GASTROINTESTINAL do ESÔFAGO ao RETO. Entre as várias causas da gastroenterite estão genética, infecção, HIPERSENSIBILIDADE, efeitos de drogas e CÂNCER.Diarreia: Aumento na liquidez ou diminuição na consistência das FEZES, como evacuação contínua. A consistência fecal está relacionada com a razão entre a capacidade de sólidos insolúveis para reter água e a água total, e não com o total de água presente. Diarreia é diferente de excesso de defecação ou massa fecal aumentada.Jardinagem: Cultivo de PLANTAS, (FRUTAS, VERDURAS, ERVAS MEDICINAIS) em canteiros pequenos de terra ou em contêiner.População Rural: Habitantes da área rural ou de pequenos municípios classificados como rurais.Privação de Água: Restrição do acesso à água em uma situação experimental estruturada.Estações do Ano: Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.Intoxicação por Flúor: 'GEN' ou fluoreto inespecífico; preferir/'pois' com um termo fluoreto específico.Enterobacteriaceae: Família de bactérias Gram-negativas, anaeróbias facultativas e em forma de bastonete, que não formam endosporos. Seus organismos são distribuídos por todo o mundo, alguns sendo saprófitas e outros parasitas de plantas e animais. Muitas espécies são de considerável importância econômica devido a seus efeitos patogênicos na agricultura e em animais de criação.Irrigação Agrícola: Direcionamento da água para áreas abertas ou fechadas onde é usada com propósitos agrícolas. (Tradução livre do original: MeSH 2011) Atividade de fornecer, de forma artificial, continuada ou intermitente, água para o cultivo de plantas de lavoura, incluindo todo o processo de captação, armazenamento, transporte e disposição final. (Fonte: Equipe de Ambientes da ANVISA, Brasil)Fezes: Excrementos oriundos do INTESTINO que contêm sólidos não absorvidos, resíduos, secreções e BACTÉRIAS do SISTEMA DIGESTÓRIO.Prosopis: Gênero de plantas (família FABACEAE) que são fonte de goma prosopis.Dracunculíase: Infecção com nematoides do gênero Dracunculus. Um ou mais vermes podem ser observados num dado momento, sendo que as pernas e pés são as áreas mais frequentemente afetadas. Os sintomas incluem prurido, náusea, vômitos, diarreia ou ataques de asma.Desinfetantes: Substâncias usadas nos objetos inanimados, que destroem os microrganismos prejudiciais ou inibem sua atividade. Os desinfetantes são classificados como completos, que destroem os ESPOROS e as formas vegetativas dos microrganismos, e incompletos, os que destroem somente as formas vegetativas dos organismos. São diferenciados dos ANTISSÉPTICOS, que são agentes anti-infecciosos locais usados nos humanos e em outros animais. (Tradução livre do original: Hawley's Condensed Chemical Dictionary, 11th ed)Legionelose: As infecções por bactérias do gênero LEGIONELLA.Cercozoários: Grupo de EUCARIOTOS ameboides e flagelados do supergrupo RHIZARIA. Alimentam-se por meio de pseudópodos filiformes.Transpiração Vegetal: Perda de vapor de água pelas plantas para a atmosfera. Ocorre principalmente nas folhas, através dos poros (estômatos), cuja função primária são as trocas gasosas. A água [evaporada] é reposta pela coluna contínua de água que se move pelos vasos de xilema acima, desde as raizes.Movimentos da Água: Fluxo de água nos corpos hídricos ambientais, como rios, oceanos, fontes, aquários, etc. O termo inclui correntes, marés e ondas.Índias Ocidentais: Ilhas que se situam entre o sudeste da América do Norte e norte da América do Sul, incluindo o Mar do Caribe. Compreendem as Grandes Antilhas (CUBA, REPÚBLICA DOMINICANA, HAITI, JAMAICA e PORTO RICO), as Pequenas Antilhas (ANTÍGUA E BARBUDA e as outras Ilhas de Sotavento, BARBADOS, MARTINICA e as outras Ilhas de Barlavento, ANTILHAS HOLANDESAS, ILHAS VIRGENS AMERICANAS, e as ilhas ao norte da Venezuela que incluem TRINIDAD E TOBAGO) e as BAHAMAS. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p1330)Saúde Pública: Ramo da medicina voltado para a prevenção e o controle de doenças e deficiências, e para a promoção da saúde física e mental da população tanto nos níveis internacional e nacional, como no estadual ou municipal.Simazina: Herbicida de triazina.Amebozoários: Supergrupo (para alguns, é um filo) dos EUCARIOTOS ameboides que compreende ARCHAMOEBAE, LOBOSEA e MYCETOZOA.Arsênico: Elemento cinza brilhante cujo símbolo atômico é As, número atômico 33 e peso atômico 75. Ocorre em todo o universo, principalmente na forma de arsenietos metálicos. A maioria das formas são tóxicas. De acordo com o Quarto Relatório Anual sobre Carcinógenos (NTP 85-002, 1985), o arsênico e alguns de seus compostos tem sido listados como conhecidos carcinógenos. (Tradução livre do original: Merck Index, 11th ed)Dracunculus: Gênero de nematoides parasitas que habitam a cavidade corporal, membranas serosas e tecido conjuntivo de vertebrados (espécie parasita nos homens: Dracunculus medinensis).Água Subterrânea: 1) Água na forma líquida presente abaixo da superfície da terra (MeSH). 2) Água do subsolo ocupando a zona saturada.Larrea: Gênero de plantas (família ZYGOPHYLLACEAE) algumas vezes, chamado 'chaparral', mas essa é uma denominação genérica que é usada para várias plantas. Seus membros contêm ÁCIDO NORDI-HIDROGUAIARÉTICO.Saúde da População Rural: O conceito engloba assistir às comunidades rurais para identificação de suas necessidades e prioridades; desenvolver programas nacionais de vigilância, pesquisa e educação; e investigar o impacto da prática agrícola sobre fazendeiros e suas famílias e outros residentes rurais.Biomassa: Massa total de todos os organismos de determinado tipo e/ou de uma área específica. Inclui o rendimento de massa vegetativa produzida em uma colheita específica.Esquistossomose: Infecção com vermes (trematódeos) do gênero SCHISTOSOMA. Três espécies produzem as doenças clínicas mais frequentes: SCHISTOSOMA HAEMATOBIUM (endêmico na África e Oriente Médio), SCHISTOSOMA MANSONI (no Egito, norte e sul do continente africano, em algumas ilhas das Índias Orientais, 2/3 do norte da América do Sul) e SCHISTOSOMA JAPONICUM (no Japão, China, Filipinas, Sulawesi, Tailândia, Laos). S. mansoni é detectado com frequência em porto-riquenhos que moram nos Estados Unidos.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Chuvas: Partículas de água que caem da ATMOSFERA.Temperatura Ambiente: Propriedade de objetos que determina a direção do fluxo de calor quando eles são posicionados em contato térmico direto. A temperatura é a energia dos movimentos microscópicos (translacionais e de vibração) das partículas dos átomos.Agricultura: A ciência, arte ou prática do cultivo da terra, produção agrícola e criação de gado.Secas: 1) Períodos secos prolongados no ciclo climático natural. São fenômenos de estabelecimento demorado causado por deficiência de chuva, combinada com outros fatores de predisposição. (MeSH) 2) Níveis insuficientes de chuva que resultam em escassez da água afetando o bem estar econômico e físico de uma comunidade (REPIDISCA). 3) Ausência prolongada, deficiência acentuada ou fraca distribuição de precipitação. 4) Período de tempo seco, suficientemente prolongado, para que a falta de precipitação provoque grave desequilíbrio hidrológico (Ministério da Ação Social, Brasília, 1992). 5) Período de deficiência de umidade no solo, de tal forma que não existe a água necessária para plantas, animais e seres humanos.Habitação: Local onde as pessoas residem.Oocistos: Cistos contendo os zigotos dos protozoários esporozoários. Seu desenvolvimento em um oocisto produz organismos pequenos infecciosos denominados ESPOROZOÍTOS. Desta maneira, dependendo do gênero, o oocisto inteiro é denominado esporocisto ou o ele contém vários esporocistos encapsulando chamados esporozoítos.Exposição Ambiental: Exposição de um indivíduo a agentes biológicos no ambiente ou a fatores ambientais como radiações ionizantes, produtos químicos e organismos patogênicos.Northern Territory: Território ao norte da Austrália central, entre os estados de Queensland e Austrália Ocidental. Sua capital é Darwin.Alumínio: Elemento metálico que possui número atômico 13, símbolo atômico Al e peso atômico 26,98.Fenômenos Geológicos: Matéria inanimada da Terra, as estruturas e propriedades desta matéria e os processos que a afetam.Planejamento de Cidades: Amplo planejamento para o desenvolvimento físico da cidade.Atrazina: Herbicida seletivo de triazina . O risco da inalação é baixo e não há manifestações aparentes na pele ou outra toxicidade em humanos. Rebanhos de ovinos e bovinos com envenenamento agudo podem apresentar espasmos musculares, fasciculações, rigidez na marcha, aumento da taxa respiratória , degeneração adrenal, congestão pulmonar, hepática e renal. (Tradução livre do original: The Merck Index, 11th ed)Navios: Largas embarcações impulsionadas por energia ou velas usadas para transporte em rios, mares, oceanos ou outras águas navegáveis. Barcos são embarcações menores impulsionadas por remos, pás, velas ou energia; eles podem ou não ter um convés.Monitoramento Epidemiológico: Coleção, análise e interpretação de dados sobre a frequência, distribuição e consequências das doenças ou das condições de saúde para uso em planejamento, implementação e avaliação dos programas de saúde pública.Equipamentos Odontológicos: Itens não consumíveis utilizados pelo dentista ou equipe dentária no desempenho das obrigações profissionais.Conservação de Recursos Naturais: Proteção, preservação, restauração e uso racional de todos os recursos ambientais.Sabões: Sais de sódio ou potássio, de ácidos graxos de cadeia longa. Estas substâncias detergentes são obtidas fervendo-se óleos ou gorduras naturais com álcalis cáusticos. Os sabões de sódio são mais duros, sendo usados como anti-infecciosos tópicos e como veículos em pílulas e linimentos; os sabões de potássio são moles, e são usados como veículos para unguentos e também como antimicrobianos tópicos.Cárie Dentária: Destruição localizada na superfície dentária, iniciada por descalcificação do esmalte, seguido por lise enzimática das estruturas orgânicas levando à formação de cavidades. Se não for avaliada, a cavidade pode penetrar no esmalte e na dentina alcançando a polpa.Contaminação de Equipamentos: Presença de organismos infecciosos em instrumentos, próteses ou outros artigos inanimados.Aeromonas: Gênero de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbias e em forma de bastonete, que ocorrem individualmente, aos pares ou em cadeias curtas. Seus organismos são encontrados na água doce e esgotos e são patogênicas ao homem, sapos e peixes.Contagem de Colônia Microbiana: Enumeração por contagem direta de CÉLULAS ou ESPOROS viáveis isolados de bactérias, archaea ou fungos capazes de crescerem em MEIOS DE CULTURA sólidos. O método é usado rotineiramente por microbiologistas ambientais para quantificar organismos no AR, ALIMENTOS E ÁGUA; por clínicos, para medir a resistência microbiana dos pacientes e no teste de medicamentos antimicrobianos.Urbanização: Processo de aumento da população urbana em relação à rural, associado à concentração de muitas pessoas em espaço restrito (a cidade) e à substituição das atividades primárias (agropecuárias) por atividades secundárias (industriais) e terciárias (serviços).Percloratos: Compostos que contêm a estrutura Cl(=O)(=O)(=O)O-. Sob este descritor estão incluídos o ácido perclórico e as formas em sal e éster do perclorato.Países em Desenvolvimento: Países no processo de mudança com o crescimento econômico, ou seja, um aumento na produção, consumo e renda per capita. O processo de crescimento econômico envolve a melhor utilização de recursos naturais e humanos que resultam em uma mudança nas estruturas sociais, políticas e econômicas.Enteropatias Parasitárias: Infecção dos INTESTINOS com PARASITAS, geralmente envolvendo VERMES PARASITAS. Infecções com vermes cilíndricos (INFECÇÕES POR NEMATOIDES) e tênias (INFECÇÕES POR CESTOIDES) também são conhecidas como HELMINTÍASES.Bactérias: Um dos três domínios da vida, também denominado Eubacterias (os outros são Eukarya e ARCHAEA). São micro-organismos procarióticos, unicelulares, com parede celular geralmente rígida. Multiplicam-se por divisão celular e apresentam três formas principais: redonda (cocos), bastonete (bacilos) e espiral (espiroquetas). Podem ser classificadas pela resposta ao OXIGÊNIO (aeróbicas, anaeróbicas, ou anaeróbicas facultativas), pelo modo de obter energia: quimiotróficas (via reação química) ou PROCESSOS FOTOTRÓFICOS (via reação com luz), quimiotróficas, pela fonte de energia química. As quimiolitotróficas (a partir de compostos inorgânicos) ou CRESCIMENTO QUIMIOAUTOTRÓFICO (a partir de compostos orgânicos), e pela fonte de CARBONO, NITROGÊNIO, etc. PROCESSOS HETEROTRÓFICOS (a partir de fontes orgânicas) e PROCESSOS AUTOTRÓFICOS (a partir de DIÓXIDO DE CARBONO). Podem também ser classificadas por serem coradas ou não (com base na estrutura da PAREDE CELULAR) pelo CRISTAL VIOLETA: Gram-positivas ou Gram-negativas.Gastos de Capital: Recursos financeiros dispendidos em equipamentos e instalações.Nitrogênio: Elemento com o símbolo atômico N, número atômico 7 e peso atômico [14.00643; 14.00728]. O nitrogênio existe na forma de um gás biatômico e compõe aproximadamente 78 por cento do volume da atmosfera terrestre. É um constituinte das proteínas e dos ácidos nucleicos, sendo encontrado em todas as células.Geologia: 1) Ciência da Terra e outros corpos celestes e sua história de acordo com os registros nas rochas. Inclui o estudo dos processos geológicos de uma área tais como a formação de rochas, intemperismo e erosão, e sedimentação. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) 2) Ciência que estuda o planeta Terra, a disposição dos materiais que o compõem e todos os fenômenos que nele operaram até chegar ao seu estado atual (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Folhas de Planta: Estruturas expandidas, geralmente verdes, de plantas vasculares, consistindo caracteristicamente de uma expansão em lâmina ligada a um caule, funcionando como o principal órgão de fotossíntese e transpiração.Cólera: Doença diarreica, aguda e endêmica na Índia e sudeste asiático, cujo agente causador é o VIBRIO CHOLERAE. Esta afecção pode levar a uma desidratação grave em questão de horas se não for rapidamente tratada.United States Environmental Protection Agency: Agência do Ramo Executivo do Governo Federal. Foi criada como uma agência reguladora independente responsável pela implementação de leis federais planejadas para proteger o meio ambiente. Sua função é proteger a saúde humana e o MEIO AMBIENTE.Aquaporinas: Classe de porinas que permite a passagem de ÁGUA e outras moléculas pequenas através das MEMBRANAS CELULARES.Poluição Ambiental: Contaminação do ar, corpos d'água ou territórios com substâncias que são danosas à saúde humana e ao ambiente.Desastres: 1) Calamidades que produzem grandes danos, perda de vidas e desgraça. Incluem aquelas que são resultados de fenômenos naturais e de fenômenos originados pelo homem. As condições normais de existência são interrompidas e o nível de impacto supera a capacidade da comunidade afetada. 2) Resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem, sobre um ecossistema vulnerável, causando danos humanos, materiais e ambientais e consequentes prejuízos econômicos e sociais. Os desastres classificam-se quanto à Evolução, Intensidade e Tipologia. Quanto à Evolução, podem ser: Súbitos ou de Evolução Aguda, de Evolução Crônica e Gradual e Por Somação de Efeitos Graduais. A intensidade do desastre é definida, em termos absolutos, a partir da proporção entre necessidade/possibilidade de meios disponíveis na área, para responder ao problema. Dessa forma, caracterizam-se: Acidentes, quando os danos e os prejuízos são de pouca importância; Desastres de Médio Porte, quando solucionados com recursos locais; Desastres de Grande Porte, quando exigem reforço de recursos regionais e algum apoio central; Desastres de Muito Grande Porte, quando exigem a intervenção coordenada dos três níveis do Sistema Nacional de Defesa Civil. Quanto à Tipologia, classificam-se: a) Natural, provocado por fenômenos e desequilíbrios da natureza e gerados por fatores de origem externa que atuam independentemente das ações humanas; b) Humano, provocado pelas ações ou omissões do homem, de origem interna, enquanto resultante da atividade humana, provocadora de desajustes políticos ou sociais, de desequilíbrios ambientais ou da redução de padrões de segurança coletiva; c) Misto, quando as ações ou omissões humanas contribuem para intensificar ou complicar os efeitos dos desastres naturais (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Nitratos: Ésteres e sais inorgânicos ou orgânicos do ácido nítrico. Esses compostos possuem o radical NO3-.Malásia: Democracia parlamentar com um monarca constitucional no sudeste da Ásia, consistindo em 11 estados (Malásia Ocidental) na Península Malaia e dois estados (Malásia Oriental) na ilha de BORNEO. Também é chamada Federação da Malásia. Sua capital é Kuala Lumpur. Antes de 1963 era a União da Malaia. Reorganizou-se em 1948 como Federação da Malaia, ficando independente da Malaia Britânica em 1957 e tornando-se Malásia em 1963 como uma federação de Malaia, Sabah, Sarawak e Cingapura (que se separou em 1965). A forma Malaio provavelmente deriva do Tâmil malay, montanha, com referência a sua geografia. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p715 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p329)Nefelometria e Turbidimetria: Análise química baseada no fenômeno por meio do qual a luz, passando através de um meio com partículas dispersas de um índice refrativo diferente daquele do meio, é atenuada na intensidade por difusão. Na turbidimetria, a intensidade da luz transmitida através do meio, a luz não difundida, é medida. Na nefelometria, a intensidade da luz difundida é medida, geralmente, mas não necessariamente, pelo ângulo reto do feixe de luz incidente.Ecossistema: 1) Sistema funcional que inclui os organismos de uma comunidade natural junto a seu ambiente. (MeSH/NLM)(Tradução livre do original: McGraw Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed) 2)Sistema aberto integrado pelos organismos vivos (inclusive o homem) e os elementos não vivos de um setor ambiental definido no tempo e no espaço, cujas propriedades globais de funcionamento e autorregulação derivam da interação entre seus componentes, tanto pertencentes aos sistemas naturais como aqueles modificados ou organizados pelo próprio homem. 3) Complexo constituído pelo biótopo e pela biocenose (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Abastecimento de Alimentos: Produção de alimentos e seu percurso desde o ponto de origem até o seu uso ou consumo.Microcistinas: Heptapeptídeos cíclicos encontrados em MICROCYSTIS e outras CIANOBACTÉRIAS. Foram observados efeitos hepatotóxicos e carcinogênicos. São chamadas, algumas vezes, por cianotoxinas que não devem ser confundidas com compostos químicos contendo um grupo ciano (CN) que são tóxicos.Diarreia Infantil: Diarreia que ocorre em crianças de recém-nascidos até 24 meses de idade.Segurança: Ausência de exposição a perigo e proteção contra a ocorrência ou risco de lesão ou perda. Sugere precauções ideais no ambiente de trabalho, na rua, no lar, etc., e inclui segurança pessoal assim como a segurança de propriedade.Doenças Transmissíveis: Doença causada por um agente infeccioso ou suas toxinas através da transmissão deste agente ou seus produtos, do reservatório ou de uma pessoa infectada ao hospedeiro suscetível, quer diretamente através de uma pessoa ou animal infectado quer indiretamente através de um hospedeiro intermediário vegetal ou animal, por meio de um vetor, ou através do meio ambiente inanimado.Descontaminação: Remoção de material contaminante (como material radioativo, material biológico ou AGENTES PARA GUERRA QUÍMICA) de uma pessoa ou objeto.População Urbana: Habitantes de uma cidade ou município, inclusive áreas metropolitanas ou suburbanas.Desinfecção das Mãos: Ato de lavar as mãos com água ou outro líquido, com ou sem sabão ou outro detergente, com o propósito de destruir micro-organismos infecciosos.Clima Tropical: O clima que prevalece nas zonas subtropicais e tropicais, caracterizado por uma estação seca bem marcada (nos meses em que é inverno no hemisfério norte) e uma estação chuvosa igualmente distinta (durante o inverno no hemisfério norte)Sistemas de Informação Geográfica: Sistemas de computação capazes de reunir, armazenar, manipular e exibir informação geograficamente referenciada, i. é, dados identificados de acordo com suas localizações.Infecções por Uncinaria: A infecção em homens e animais por ancilóstomas duodenais que não sejam aqueles do gênero Ancylostoma ou Necator, para os quais os termos à disposição são a ANCILOSTOMÍASE E NECATORÍASE.Saúde Ambiental: 1) Ciência que controla ou modifica as condições, influências ou forças que rodeiam o ser humano que se relacionam a promover, estabelecer e manter a saúde. (MeSH). 2) Refere-se ao controle de todos os processos, influências e fatores físicos, químicos e biológicos que exercem ou podem exercer, direta ou indiretamente, efeito significativo sobre a saúde e bem-estar físico e mental do homem e sua sociedade.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Asbestos: Asbestos (amiantos). Minerais fibrosos, incombustíveis, compostos por magnésio e silicatos de cálcio, com ou sem outros elementos. São relativamente inertes quimicamente e utilizados no isolamento térmico e na proteção contra o fogo. Inalação de seu pó causa asbestose seguida por neoplasias pulmonares e gastrointestinais.Febre Tifoide: Infecção sistêmica aguda febril causada por SALMONELLA TYPHI, um sorotipo da SALMONELLA ENTERICA.Modelos Teóricos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou atividade dos sistemas, processos ou fenômenos. Eles incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Setor Privado: Aquela porção distinta da estrutura institucional, industrial ou econômica de um país que é controlada ou pertencente a interesses privados não governamentais.InglaterraDNA Bacteriano: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de bactérias.Água do Mar: Água salinizada dos OCEANOS E MARES que supre habitat para organismos marinhos.Reservatórios de Doenças: Fontes animadas ou inanimadas que normalmente abrigam organismos causadores de doenças, servindo, assim, como fontes potenciais para surtos de doenças. Os reservatórios são diferenciados em vetores (VETORES DE DOENÇAS) e transmissores, que são agentes de transmissão de doenças, ao invés de fontes contínuas de surtos potenciais.Doenças Endêmicas: Presença constante de doenças ou agentes infecciosos dentro de uma determinada área geográfica ou grupo populacional. Também pode se referir a uma prevalência de uma certa doença em uma área ou grupo. Inclui doenças holoendêmica e hiperendêmica. Uma doença holoendêmica é uma das quais o nível elevado de prevalência de infecção começa precocemente na vida e afeta a maioria das crianças de uma população, levando a um estado de equilíbrio como o que a população adulta mostra evidências muito menores da doença do que as crianças (malária em muitas comunidades é considerada uma doença holoendêmica). A doença hiperendêmica corresponde a uma presença constante com uma elevada taxa de incidência e/ou prevalência e que afeta todos os grupos igualmente. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 3d ed, p53, 78, 80)Técnicas Bacteriológicas: Técnicas usadas para estudar as bactérias.Equilíbrio Hidroeletrolítico: Equilíbrio de líquidos nos COMPARTIMENTOS LÍQUIDOS CORPORAIS, ÁGUA CORPORAL total, VOLUME SANGUÍNEO, ESPAÇO EXTRACELULAR, ESPAÇO INTRACELULAR, mantidos por processos no corpo que regulam a captação e excreção de ÁGUA e ELETRÓLITOS, particularmente SÓDIO e POTÁSSIO.Clima: Manifestações a longo prazo do TEMPO (METEOROLOGIA). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)VietnãInfecções por Campylobacter: As infecções por bactérias do gênero CAMPYLOBACTER.País de GalesContagem de Ovos de Parasitas: Determinação do número de ovos de parasitas nas fezes.RNA Ribossômico 18S: Constituinte da subunidade 40S dos ribossomos eucarióticos. O RNAr 18 S encontra-se envolvido no início da síntese polipeptídica nos eucariotos.ÍndiaRecém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Fatores Socioeconômicos: Fatores sociais e econômicos que caracterizam o indivíduo ou o grupo dentro da estrutura social.Características da Família: Composição e tamanho da família.Nigéria: República na África ocidental, ao sul do NÍGER entre BENIN e CAMARÕES. Sua capital é Abuja.Ontário: Província do Canadá situada entre as províncias de Manitoba e Quebeque. Sua capital é Toronto. Leva seu nome do Lago Ontário que dizem representar o iroquês 'oniatariio', lago bonito.Schistosoma mansoni: Espécie de trematódeo sanguíneo da família Schistosomatidae. É comum no delta do Nilo. O hospedeiro intermediário é o caramujo planorbídeo. Este parasita causa esquistossomose mansoni e bilhiarziose intestinal.Concentração de Íons de Hidrogênio: Normalidade de uma solução com relação a íons de HIDROGÊNIO, H+. Está relacionada com medições de acidez na maioria dos casos por pH = log 1/2[1/(H+)], onde (H+) é a concentração do íon hidrogênio em equivalentes-grama por litro de solução. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Áreas de Pobreza: Áreas urbanas, suburbanas ou rurais caracterizadas por severa privação econômica e por consequente decadência física e social.Gastroenteropatias: Doenças em qualquer segmento do TRATO GASTROINTESTINAL desde o ESÔFAGO ao RETO.Equipamentos e Provisões Hospitalares: Quaisquer materiais usados para propiciar cuidados especialmente no hospital.Adaptação Fisiológica: Mudanças biológicas não genéticas de um organismo em resposta a exigências do MEIO AMBIENTE.Estados UnidosMétodos Epidemiológicos: Técnicas de pesquisa focalizadas em desenhos de estudo e dados que reúnem métodos em populações humanas e animais.DNA Ribossômico: Sequências de DNA que codificam o RNA RIBOSSÔMICO e os segmentos de DNA separando os genes individuais do RNA ribossômico, citados como DNA ESPAÇADOR RIBOSSÔMICO.Densidade Demográfica: Número de indivíduos por unidade de espaço.Análise de Sequência de DNA: Processo de vários estágios que inclui clonagem, mapeamento físico, subclonagem, determinação da SEQUÊNCIA DE DNA e análise de informação.Hospitais: Instituições com um corpo clínico organizado que presta cuidados médicos aos pacientes.Mudança Climática: 1) Qualquer alteração significativa nas medidas do clima (tais como temperatura, precipitação ou ventos) que dura por um período extenso (décadas ou mais). Pode resultar de fatores naturais como mudanças na intensidade do sol, processos naturais dentro do sistema de climas terrestres como mudanças na circulação oceânica, ou de atividades humanas (MeSH). 2) Mudança observada no clima, em uma escala global, regional ou sub-regional, causado por processos naturais e/ou atividade humana. (Material II - IDNDR, 1992)Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.