Abrigo de Emergência: Abrigo temporário proporcionado em resposta a um desastre ou emergência significativos. (MeSH, 2012) Necessidade de proteção física para as vítimas de um desastre, que não tem a possibilidade de acesso a instalações normais de habitação. As necessidades imediatas de pós-desastre são atendidas mediante o uso de tendas. Podem-se incluir outras alternativas como o uso de casas de polipropileno, cúpulas geodésicas e outros tipos similares de habitações temporárias. Instalação temporária em um acampamento, de pessoas afetadas por desastres, enquanto habitações temporárias são erguidas (DeCS/BIREME)Utensílios de Alimentação e CulináriaRefeições: Porção de comida ingerida diariamente, geralmente em ocasiões durante o dia.Terremotos: 1) Deslizamentos repentinos em uma falha (geológica) e o tremor de terra e radiação da energia sísmica resultantes causados pelos deslizamentos, ou por atividade vulcânica ou magmática, ou outras alterações perturbadoras repentinas na TERRA (PLANETA). Falhas são fraturas ao longo das quais os blocos de crosta terrestres em ambos os lados se moveram relativamente uma sobre a outra em paralelo com a fratura. 2) Repentino deslocamento de áreas de terra com fendas causando massiva destruição física afetando uma população (Repidisca/CEPIS). Movimento súbito do terreno, ocasionado por passagem de ondas sísmicas. Os terremotos mais frequentes são originados por processos naturais, como a ruptura de um bloco de rochas através de uma falha geológica. Explosões artificiais, erupções vulcânicas, deslocamento de terrenos e escorregamento de taludes podem provocar sismos menores. Os terremotos podem ser causados por explosões, impacto de meteoritos, grandes escorregamentos ou erupções vulcânicas. Os terremotos naturais, de efeito mais destrutivo, estão associados a processos tectônicos, quando ocorrem pela liberação repentina de tensões acumuladas no interior da crosta terrestre (Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Emergências: Situações ou condições que requerem intervenção imediata para evitar resultados adversos sérios.Serviço Hospitalar de Emergência: Serviços hospitalares especificamente designados, equipados e dotados de pessoal para atendimento de emergência.Medicina de Emergência: Ramo da medicina envolvido com a avaliação e tratamento inicial de problemas médicos de urgência e emergência, como os causados por acidentes, traumas, doenças súbitas, envenenamentos ou desastres. A assistência médica de emergência pode ser fornecida em hospital ou em locais fora de instalações médicas.Pessoas em Situação de Rua: Pessoas que não têm nenhuma residência permanente. O conceito exclui pessoas nômades.Serviços Médicos de Emergência: Serviços especialmente preparados (recursos humanos e equipamento) para prestar cuidados de emergência a pacientes.Tratamento de Emergência: Primeiros socorros ou outras intervenções imediatas para acidentes ou condições médicas que requerem cuidado imediato e tratamento antes de um tratamento médico e cirúrgico supervisionado e definitivo ser procurado.